terça-feira, junho 29, 2010

Estranhamente..

Estranhamente me estranho...!
Os dias correm devagar
e as noites nascem tardias.
Plácida canta a neblina
perdida no seu encanto
murmurando às pedras da rua
se te viram passar!
Nesta terra nua...
que não é minha nem tua
a noite cria nome de Mulher
diáfana volúpia do verbo Ser
no tactear de cada despertar!
Tu que me enches de Vida.

Alexandra.

3 comentários:

O Mar disse...

Há quanto tempo não te lia?
Cheguei a pensar que tinhas abandonado o teu éden... :)

Fico contente por voltar a ler os teus feelings sempre tão "estranhamente estranhos" e que (me) preenchem aquelas horas que tu bem sabes.

Beijo e aquele sopro de vento no teu cabelo... (Saudades)

Jeremy disse...

Olá, boa noite. Não dá para enviar o script por aqui.
Vou procurar postar o script no meu blog.

Depois tente ver lá.
http://jeremyironss.blogspot.com

Fique bem. :-)

Maria Miranda disse...

Adorei o teu blog.
Quem aprecia Eugénio, não me passa despercebido :)
Maria
http://linguajandemportugues.blogspot.com