segunda-feira, novembro 05, 2007

Sombras errantes..!

Infinitamente por caminhos sombrios
entre tempestades e mil tormentas
tal cavaleiro errante, na sua busca
insaciável pelo oásis da Vida.
Numa luta sem fim, por mares e
marés nas noites mirradas
que nasciam nos dias!
Era esta a sua história..
feita de utopias e quimeras.
Sonhos não tinha!
Carregava o peso da solidão, e
um deserto de memórias plangentes.
Apenas três sementes de esperança
adormecidas na algibeira.
No fim da velha estrada, o olhar
vazio perdido no horizonte.
E com ele, toda a plenitude da vida
esquecida.. desprezada pelos Homens.

Alexandra.

4 comentários:

Synthetic disse...

Olá! Estou passando por aqui para convidar seu blog a tambem participar do concurso gothic forever! Aproveite que as inscrições estão abertas, inscreva-o e boa sorte!

Mary e Ju disse...

Olá querida amiga, viemos lhe comunicar que o seu aniversário juntamente com os outros será comerado no dia 15/11, aguardamos sua presença no Palácio Real.Beijos.

Ju disse...

Oi Alexandra, vim visitar aqui também, maravilhosas palavras, gosto muito de vir aqui, pura expressão de sentimentos..., beijokas bom fim de semana Ju

Isa disse...

gostei do poema (cm sempre...), gostei mt da musica de fundo...

Parabens!

beijo e boa semana ´*`